Palheta: usar ou não usar?!

Bom dia, boa tarde e boa noite!

Tem muita gente que me faz essa pergunta: “Devo ou não usar palheta?”. E já digo a resposta: Depende!!! Você pode usar, ou não, dependendo do seu gosto ou necessidade.

A única coisa que você deve ter em mente é: “Quero tocar com ou sem palheta?”. Isso é muito relativo… Se você vai tocar determinada música, fazer um cover idêntico, e nela é utilizada palheta pra tocar os arranjos no violão, então você PODE usar a palheta. Não existe regra pessoal!

Lembrem-se que o Django Reinhardt era um violonista ESPETACULAR, e tocava utilizando praticamente DOIS dedos da mão esquerda! Ele sofreu queimaduras nos dedos mínimo e anelar, impossibilitando-o quase que completamente de sua utilização. Por fim, ele acabou inovando e criando o seu próprio jeito de tocar.

Portanto, toque da forma que achar mais confortável e que agradará mais aos seus ouvidos e ao andamento da música que estiver tocando. Por exemplo, se você for tocar uma bossa nova, Garota de Ipanema, de Tom Jobim, é claro que a sonoridade ficará diferente quando tocada com palheta. Mas se você conseguir tirar uma boa sonoridade, sem prejudicar o andamento e de uma forma única, nada te impede de realizar tal façanha! Hehehe

Essa é a dica de hoje! Se você quer aprimorar suas técnicas ou aprender a tocar com palhetas, confira esse vídeo:

Como gravar o seu violão

Olá pessoal! O post de hoje é sobre como você pode fazer gravações em casa com o seu violão, de uma forma simples e gratuita. Se você ainda não pensou em gravar a sua música, leia este post até o final que te mostrarei diversos motivos para tal.

Por que gravar?

Costumo fazer uma analogia com a gravação da voz. Repare que no momento em que você envia aquele áudio no Whatsapp e escuta sua voz pela primeira vez é quando você realmente tem ideia de como ela soa para as pessoas! Concordam?!

Pois com o violão funciona da mesma maneira. Somente quando você faz o registro digital da sua performance que, de fato, consegue-se ter uma ideia de como a música está sendo tocada e soada para quem lhe ouve. Portanto, as gravações ajudam MUITO no aprendizado e aperfeiçoamento de qualquer instrumento.

Por exemplo, você pode perceber notas mascadas em partes específicas da música que exigem mais da sua coordenação e concentração, ou até mesmo variações gritantes no ritmo, uma vez que isso pode se tornar imperceptível quando você executa algo novo e ainda complexo para a sua mente.

Digo isso, pois acontece o mesmo comigo. Eu sempre busco gravar minhas performances com o objetivo de melhorá-las e, na maioria das vezes, detecto os mesmos problemas que estou descrevendo aqui para você.

Como captar o som do violão

Como gravar violãoExistem diversas maneiras de captar o som de um violão, porém a mais simples e provável de fazer parte da sua realidade é através de um computador ou notebook.

Bom, se você utiliza um notebook, ele provavelmente vai apresentar um microfone embutido próximo ao teclado. Já adianto que esta não é a melhor forma de captar o som do violão, pois a qualidade não será muito boa, mas qualquer forma é válida. O importante é o estudo. A partir disso é possível descobrir a melhor posição ou configuração que gere a melhor captação possível.

De qualquer forma, meu conselho é que se tenha, pelo menos, um microfone simples, daqueles que se compra em lojas de informática mesmo. Partindo daí, qualquer melhora em termos de equipamentos para captação é mais do que válida. Com o seu microfone em mãos, é só plugá-lo na entrada de microfone do seu notebook ou computador.

Agora, se o seu violão tem um captador embutido e apresenta o jack para a conexão de um cabo P10, também é uma alternativa que funciona super bem. Porém, nesse caso seria necessário possuir uma interface de áudio ou alguma entrada line-in no computador ou notebook, além de um adaptador de P10 para P2. Basta plugar as duas extremidades, uma no violão e a outra no computador (ou notebook, ou interface).

Qual software (DAW) utilizar

Se você ainda não sabe, Digital Audio Workstation (DAW) ou, em português, estação de trabalho de áudio digital “é um sequenciador que tem a finalidade de gravar, editar e tocar áudio digital.”

Portanto, é neste tipo de software que o som do seu violão vai ser gravado. Dentre os mais utilizados, posso citar alguns, como o Pro Tools, Cubase e Studio One. Os três são muito bons e utilizados por profissionais, sendo que cada um apresenta suas peculiaridades.

Porém, somente o Studio One apresenta uma versão totalmente gratuita e funcional. E é por este motivo que sempre indico este software para os iniciantes do mundo das gravações.

Afinando o violão antes da gravação

Afinar violãoPra começar a gravação, seu violão deve estar bem afinadinho, certo? Pois então, se você já sabe afinar o seu sozinho, ótimo, mas não deixe de continuar lendo, pois vou apresentar duas ferramentas diferentes para te auxiliar nessa tarefa, sendo que uma delas é dentro do próprio software Studio One.

A primeira ferramenta que eu costumo utilizar bastante, é o Online Guitar Tuner, da Fender. Basta entrar no site e escolher o seu instrumento, no caso do violão, clicando no link referente à Acoustic Guitar Tuner.

A partir daí, você visualizará as tarraxas e as cordas do violão. Portanto, basta clicar na nota musical (nome da corda) e o som de referência será reproduzido. Ao mesmo tempo, você deve tocar a mesma corda no seu violão e ajustar a tarraxa conforme necessário. Muito fácil, né?!

A outra forma é dentro do próprio software Studio One Prime. Depois de já ter baixado e instalado o programa, abra-o no seu computador ou notebook.

Na tela inicial, clique em “Arquivo” e depois em “Novo Song”. Na janela seguinte, selecione “Voz + Violão” e clique em “Ok”. Nesse momento, já é possível gravar qualquer som através da sua entrada de gravação, seja entrada de microfone, line-in ou qualquer outra. Não vou me estender em detalhes à respeito disso, pois o meu objetivo agora é somente apresentar a ferramenta de afinação do software. Portanto, se você está tendo dificuldades com as configurações, basta procurar conteúdos sobre informações básicas de configuração do Studio One Prime. Com o seu projeto aberto, na aba de mixagem já será possível a visualização do plugin “Tuner”. Basta clicar duas vezes em cima da palavra e o afinador digital será aberto. Nesse momento, basta afinar o seu violão da mesma forma que em qualquer afinador. Simples assim.

Gravando os primeiros sons

Ainda com o seu projeto aberto no software Studio One Prime, dentro da faixa (ou “Track”) “Guitar”, deixe marcado o círculo vermelho para que a gravação seja realizada. Depois disso, basta se preparar, clicar no botão de “Gravação” na base da tela (círculo ao lado do botão “Reproduzir”) e deixar a música rolar!

Ao final da gravação, aperte a barra de espaço do seu teclado que a gravação será interrompida. Você poderá deletar o que gravou, caso queira, e refazer o processo todo novamente. Caso queira somente escutar o que foi gravado, é só voltar a linha de reprodução para o início e apertar a barra de espaço novamente.

Com esta ferramenta sensacional (e gratuita) você conseguirá gravar suas músicas e aperfeiçoar ainda mais suas habilidades. Além de poder mostrar sua performance para quem você quiser! Depois disso, caro(a) leitor(a), o céu é o limite!

Bons estudos e gravações!

Aprender tocar violão. Por onde começar?

como-tocar-violao

Você está sedento por começar a aprender violão de uma maneira muito fácil? Então fique ligado neste post, pois ele clareará sua mente para começar da melhor maneira possível!

Notas musicais

aprender tocar violão
aprender tocar violão

Quais são as notas musicais básicas e a sua relação com as cordas do violão?

Primeiro, você deve aprender as principais notas musicais, que é parte da teoria musical básica.

Portanto, o que é uma nota musical?

Notas musicais são sinais que representam a altura do som musical. Fonte: infoescola

Agora que você já sabe o que é uma nota musical, você precisa saber quais são as setes notas musicais básicas.

A partir delas, você consegue entender a teoria musical mínima para desenvolver escalas musicais e acordes mais complexos.

Então, as principais sete notas musicais são DÓ, RÉ, MI, FÁ, SOL, LÁ, SI. Em sequência, elas podem ser chamadas de escala.

Da mesma forma, cinco dessas notas são encontradas no violão de forma natural, ou seja, no som das cordas soltas do violão.

Cada corda do violão é afinada em uma frequência que corresponde às notas MI (6ª), LA (5ª), RÉ (4ª), SOL (3ª), SI (2ª), MI (1ª).

Daí surge o nome das cordas do violão. Se deseja saber mais sobre o assunto, leia mais detalhadamente neste artigo.

Braço do violão

Onde se encontram as sete notas musicas básicas no braço do violão? Em sequência, você chama as notas de escala musical, como comentei acima.

Partindo da quinta corda (LA), você tem as duas primeiras notas da escala, sendo a nota na terceira casa e a nota RÉ na quinta casa.

Já na quarta corda (RÉ), você encontra as notas MI, FÁ e SOL, na segunda, terceira e quinta casas, respectivamente.

Seguindo a sequência, as duas últimas notas da escala são encontradas na terceira corda. Portanto, as notas LÁ e SI se encontram na segunda e terceira casas do braço do violão, respectivamente.

Como informação adicional, destaca-se que a próxima casa do violão, depois da nota SI na terceira corda você chega novamente na nota DÓ. E assim por diante.

Mas vamos deixar essa lição para outra hora, certo?

 

 

Mão esquerda (para os destros)

Para começar, você devea entender qual dedo deve ser posicionado corretamente nas casas do braço do violão

Portanto, familiarize-se com os números que são atribuídos a cada dedo da sua mão (esquerda, no caso dos destros).

O polegar fica sempre posicionado atrás do braço do violão, logo nenhum número é atribuído à este dedo.

Considerando a sequência dos números 1 (um) a 4 (quatro), cada numeral é atribuído aos dedos da mão: indicador, médio, anelar e mínimo.

Agora, considerando a escala das notas musicas citadas no tópico anterior, deve-se utilizar os seguintes dedos para tocar as notas no braço violão:

 

DÓ: dedo médio

RÉ: dedo mínimo

MI: dedo indicador

FÁ: dedo médio

SOL: dedo mínimo

LA: dedo indicador

SI: dedo anelar

Mão direita (para os destros)

nome das cordas do violão

Para começar a tocar as suas primeiras notas e acordes, você vai utilizar também (é claro) sua mão direita.

Apesar de existirem duas formas de tocar, sendo com os dedos ou com o auxílio de uma palheta, eu sugiro que você comece utilizando a palheta.

Justamente por ser uma forma mais simples de tocar, do que com os dedos da mão direita.

Então vamos lá.

Como segurar a palheta? Bom, eu considero a forma de segurar a palheta uma coisa bem pessoal. Porém, existe uma “regra” básica, que seria segurar a palheta com somente dois dedos, sendo o indicador e o polegar.

Dependendo do que você vai tocar, se é um solo ou um acorde, você deve tocar (com a palheta) somente uma corda de cada vez ou mais de uma corda ao mesmo tempo.

Agora, deixo a sugestão de um exercício para que você pratique. Tente executar a escala com as notas musicais básicas tocando uma corda de cada vez, realizando os movimentos da palheta de cima para baixo e de baixo para cima.

Lembre-se sempre do nome das cordas do violão, para que você possa afinar seu violão de maneira correta e tenha uma base para executar qualquer outra nota no braço do violão!

Seguindo esses passos você tem tudo para aprender tocar violão da melhor maneira possível!